As Filhas da Mãe

Uma das maiores comédias do teatro brasileiro, que se mantém em cena há 30 anos e arrebanhou um público estimado em 1 milhão e meio de pessoas ao longo deste período. A peça conta a história de uma mãe de meia idade, Diva Maria, cuja longa e fracassada trajetória nos meios artísticos a leva a investir na carreira das duas filhas, Deise Maria e Dalva Maria. Como ambas são totalmente desprovidas de talento, as inúmeras tentativas de “encaixá-las” em alguma produção artística falham sucessivamente, criando situações hilárias e levando as duas moças à atitude desesperada de fugir de casa para obter a liberdade.

Tenho orgulho em dizer que aprendi a de fato, fazer comédia neste espetáculo. Aprendi muito com Luiggi Franchesco (Tchesco) e, sem sombra de dúvidas, com um grande diretor e amigo Kaká de Lyma. Foi uma época mágica e muito me honra ter feito parte deste elenco.

Texto e direção: Ronaldo Ciambroni

Direção: Kaká de Lyma, Luiggi Franchesco, Sebastião Apolônio, Maria Duda Senne (Peguei todas as épocas desses diretores)